Voz Oblíqua: Novembro 2005
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Março 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Agosto 2006
  • Dezembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Março 2007
  • Abril 2007
  • Maio 2007
  • Junho 2007
  • Current Posts
  • Marcadores / Categorias

  • Adopção
  • Agradecimentos
  • Amigo(a)s
  • Animais não-humanos
  • Apelos
  • Blogs
  • Confissões
  • Contribuições
  • Correntes
  • Crónicas
  • Dedicatórias
  • Efemérides
  • Emoções
  • Entretenimento
  • Exasperações
  • Família
  • Filmes
  • Glórias e Vitórias
  • História e Estórias
  • Imagens
  • Livros
  • Lugares
  • Música
  • Momentos embaraçosos
  • Natal
  • Novidades
  • Oops...
  • Opiniões
  • Páscoa
  • Politiquices
  • Recordações
  • Retóricas
  • Revoltas
  • Rir é o melhor remédio
  • Solidariedade
  • Sugestões
  • Teasings
  • Teatro
  • Televisão
  • Testes
  • Trabalho
  • Vida real

  • Vozes intercessoras

  • A Ouvinte do Bikini Laranja
  • About last Night
  • Adorei estes Dias
  • Amar-ela
  • Baton de Cieiro
  • Blogotinha
  • Cidade Mágica
  • Confidências
  • Cumentarius Ignorantes
  • Divas & Contrabaixos
  • Efeito Fotoeléctrico ou Introdução à Teoria da Relatividade Restrita
  • Espelhos e Labirintos
  • EuE
  • Fábulas
  • Fabulosamente Louca
  • Farinha Amparo
  • Francisco del Mundo
  • Lote 5 - 1º Dto.
  • Mesa de Café
  • Nimby Polis
  • Notas de Aveiro 1.9
  • O Blog que não e meu
  • O Polegar Verde
  • Palavras ao Acaso
  • Palavras entre Palavras
  • Pandora's Box 2.0
  • Pé de Meia
  • Pseudoblog
  • Respostas Paralelas
  • Voz em Fuga
  • Unknown
  • A Revolta dos Pastéis de Nata
  • Carlos Moura
  • Corpo Dormente
  • Espero bem que não...
  • Gato fedorento
  • João Seabra
  • Blogopédia
  • Consultório da Kitty
  • Designed by Xilla

      Hit Counter

      Contagem decrescente para a caça mais atroz do mundo inteiro...

      ANIMAL

     
    Foi há 70 anos... quarta-feira, novembro 30, 2005

    ...que morreu o boémio sonhador. Incompreendido em vida, enaltecido em morte, viveu na companhia do cimbalino da Brasileira, e aqueceu-se com a poesia, onde encontrava o conforto que precisava.

    Quem me dera ter pertencido a essa geração e poder ter privado com este grande Homem, que é para mim o grande mentor das palavras que dão o alento que por vezes falta "cá" dentro!

    Nestas alturas não se prestam grandes homenagens, porque quem gosta, recorda sempre! Vou apenas partilhar convosco a minha poesia preferida de Pessoa, na vontade que retirem dela todos os ensinamentos que me foram sempre essenciais.


    Fernando PessoaLiberdade

    Ai que prazer
    não cumprir um dever.
    Ter um livro para ler
    e não o fazer!
    Ler é maçada,
    estudar é nada.
    O sol doira sem literatura.
    O rio corre bem ou mal,
    sem edição original.
    E a brisa, essa, de tão naturalmente matinal
    como tem tempo, não tem pressa...

    Livros são papéis pintados com tinta.
    Estudar é uma coisa em que está indistinta
    A distinção entre nada e coisa nenhuma.

    Quanto melhor é quando há bruma.
    Esperar por D. Sebastião,
    Quer venha ou não!

    Grande é a poesia, a bondade e as danças...
    Mas o melhor do mundo são as crianças,
    Flores, música, o luar, e o sol que peca
    Só quando, em vez de criar, seca.

    E mais do que isto
    É Jesus Cristo,
    Que não sabia nada de finanças,
    Nem consta que tivesse biblioteca...

    Fernando Pessoa

    Etiquetas: ,

    Para matar saudades e relembrar... domingo, novembro 27, 2005

    Ufa...

    Eu vou pedir desculpa por esta minha ausência da blogosfera, embora tenha já de adiantar que esta me foi imposta, pois por mim eu estava todos os dias convosco!


    Ficaram entretanto muitos assuntos da actualidade sem argumento, mas existirão outros tantos a serem abordados mais à frente, porque insisto em não desistir deste espaço...

    Já sabem do que vos venho falar, né? Ou serão precisas pistas para os mais distraídos? Pavilhão Atlântico. 23 de Novembro. 4 rapazes simpáticos. Uma voz poderosa. Uma lista de músicas fenomenais. As emoções à flor da pele.

    Falo, claro!, do concerto de
    Coldplay na passada quarta-feira em Lisboa!

    Coldplay live @ LxInfelizmente nem o aviso aí do lado me fez encontrar mais bilhetes para todos os amigos que queriam ir comigo, mas valeu pela excelente companhia. Mesmo poucos, éramos bons... Depois de passada a indecisão relativa ao melhor spot para ver o concerto (em 2003 havia ficado no balcão, e invejei todos os que dançavam livremente na plateia), lá nos decidimos. Eis senão quando olhámos para o lado e vimos algum pessoal da MTV Portugal (btw, Diogo, tu és "grande").

    Finalmente vi os
    caracóis electrizantes que havia lamentado perder aquando dos MTV Music Awards, mas confesso que estava à espera de mais qualquer coisa! Foi bom. Mas podia ter sido melhor...

    Mas como o que importa é o grande concerto, para esse eu tenho um adjectivo:
    f-a-b-u-l-á-s-t-i-c-o!!!

    Desta vez o ambiente esteve mais envolvente, a garra foi outra, e a proximidade banda - público ainda maior! O Chris Martin estava com uma valente moca, porque foram várias as vezes que se enganou e recomeçou as músicas... Muito engraçado, porém!

    Coldplay live @ LxUm dos momentos altos da noite foi quando o vocalista desapareceu do palco, todos olhavam e perguntavam onde teria ele ido parar, para acabar por aparecer bem no meio da plateia, junto da cabine de som, fazendo com que muitos dos seus fãs corressem até junto dele.

    Podia ficar aqui horas a escrever pormenores que fizeram a diferença, mas há coisas que só se sentem quando as vivemos. Os que lá estiveram, sabem do que estou a falar... Todos os outros, terão de ficar na "ignorância".



    Para ficar reportado, tenho a acrescentar o seguinte: sempre que vamos a algum concerto, ou a algum espectáculo de outra natureza, andamos uns dias com "as borboletas no estômago" de ânsia. E depois de assistirmos, a pica não acaba ali na sala de espectáculos: vem connosco e acompanha-nos uns dias, enquanto entusiasmadamente contamos a todos os amigos e conhecidos as emoções experimentadas! Mas desta vez, infelizmente, com tamanha carga de trabalho, o tempo de duração da adrenalina resumiu-se exactamente às 3h passadas no Pavilhão Atlântico... Não posso deixar que para a próxima aconteça o mesmo!

    Etiquetas: ,

    O Mel precisa de ti! quarta-feira, novembro 23, 2005

    O tempo continua escasso, mas eu prometo voltar em força dentro de dias! Decidi fazer uma "aparição" rápida para pedir a vossa atenção para a história do Mel, que poderão ler com mais pormenor no P'los Animais!

    São capazes de resistir a este doce?

    Etiquetas:

    Casal Perfeito vs. Pai Natal sábado, novembro 19, 2005

    Eu sei, eu sei que tenho andado desaparecida! Muito trabalho, para além da nuvem negra que se deixou alojar bem por cima da minha cabeça... Aceitam uma piadinha como pedido de desculpa pela ausência?

    Casal Perfeito vs. Pai Natal
    ...ou Realidade vs. Ilusão

    Etiquetas: , ,

    Porque o Inverno está aí... domingo, novembro 13, 2005

    ...a frase de ordem é:

    Fur

    Etiquetas:

    Feio é Fumar quarta-feira, novembro 09, 2005

    Os que me conhecem bem, sabem que sou anti-tabagista assumida! Infelizmente, nunca consegui demover ninguém deste terrível hábito, sendo que todos os meus amigos mais próximos fumam exacerbadamente...

    Há tantos lugares mais aprazíveis onde pôr a boca! Porquê num cigarro?

    Fumadores ::: por favor, para uma melhor qualidade de vida, para vocês, e para os que vos rodeiam (mesmo aqueles que se cruzam convosco involuntariamente, e acabam a sofrer mazelas com o incómodo fumo), mudem de hábitos! Há coisas tão mais giras a fazer sem arruinar a vossa vida social...

    Não Fumadores ::: regozijem-se com as campanhas que a Central Models levou a cabo para a
    Fundação Portuguesa de Cardiologia, por forma a assinalar o Dia do Não Fumador (17_Novembro).

    *
    No Elevador
    *
    Gémeos Guedes
    *
    Coçar onde é preciso


    Etiquetas:

    Sou pelos cães! sexta-feira, novembro 04, 2005

    Os números não mentem e comprovam que somos um País que gosta de cães. De todos os tamanhos e raças, e até mesmo sem raça definida. Segundo as estatísticas existem, no território nacional, 1.2 milhões de lares em que habita pelo menos um cão.

    Inexplicavelmente o reverso da medalha neste Portugal de dog lovers são os abandonos sistemáticos de que são vítimas milhares e milhares de cães todos os verões e que deixam as instituições que tentam acolhê-los a braços com graves dificuldades a todos os níveis.
    in Portugal pelos cães

    Num bonito gesto de solidariedade, a Edimpresa, a revista Visão, a Sic Esperança, e a Pedigree® uniram esforços para a concretização de um livro, Portugal pelos cães, cujas receitas de venda reverterão para instituições de acolhimento de animais abandonados (a serem definidas pela Sic Esperança).

    O livro saíu ontem, dia 3 de Novembro, junto com a revista Visão [em alguns quiosques é permitida a venda separada - revista €2,75 + livro €2,50].

    Editado num formato simpático, podemos descobrir neste livro os testemunhos de inúmeras figuras públicas [como por exemplo Adelaide de Sousa (o meu preferido), Ana Zannati, Eduardo Ferro Rodrigues, Manuel Luís Goucha, Nuno Markl, Teresa Guilherme, entre outros], alguns tributos do dono para o seu cão, verdadeiras mostras de criatividade tendo um cão como figura de inspiração, menção ao trabalho de verdadeiros cães heróis (buscas, terapias, salvamentos,...) e a lembrança a vários cães que fizeram parte da nossa infância!

    Enfim, uma delícia a favor de uma nobre causa!

    Ainda estás aí? De que estás à espera para correr a comprar o teu exemplar? É só até dia 8 de Novembro...

    Cães na BD
    Alguns dos cães que fizeram parte do nosso imaginário enquanto crianças (e confesso que ainda hoje fazem as minhas delícias...)! Da esquerda para a direita (em cima): Snoopy, Scooby Doo, Dartacão, Stimpy (que fazia dupla com o gato Ren). Em baixo: Pluto, Odie, Pateta, Brian (a salvação da família Griffin) e Bidu (o cão da Turma da Mônica). Alguma lagrimita no canto do olho?

    Obrigada, Noisiv, por me teres dado esta (excelente) sugestão!

    Etiquetas:

    Eu [não] vou! quarta-feira, novembro 02, 2005

    A verdade é quem nem sequer tentei arranjar bilhete (e o momento continua a não ser propício a grandes festarolas), mas hoje senti um friozinho no estômago por não ir fazer parte daquele grandioso espectáculo que se realiza amanhã!

    MTV Music Awards Lisboa 2005Sentei-me a reflectir, e acabei por perceber que nem tudo seria novo, pois já vi aquela loira bombástica ao vivo, e um ano e qualquer coisa atrás tinha dançado in loco com a latina da anca mais mediática do mundo. Para além disso já tinha estado na plateia (a 3 metros do palco) aquando do concerto daquele g'anda maluco em 2003 naquele mesmo local, e já tinha cantado num festival com a bonita descendente de açorianos que nos brindou com o seu português minguado.

    Apesar de estar longe de ser consumidora desta quarentona arrebatadora, acredito que ia gostar muito de a ver ao vivo, mas não penso que o contrário me roubará o sono! Fico com alguma pena de as perder, e de não ouvir os sons electrizantes destes caracóis, mas acredito que existirão outras oportunidades...

    Resta-me apenas a esperança daqueles dois borrachos (o americano e o mexicano) poderem decidir dar um pulinho ao norte para conhecerem outros recantos de Portugal! Quem sabe não tropeço num deles... Vá lá, sonhar não custa!

    Entretanto começa a contagem decrescente para o grande concerto que tanto tenho ansiado (esperando que a nuvem cinzenta deixe de fazer parte da minha vida até lá)! Aproveitando este assunto, insisto na pergunta que fiz há uns posts atrás: não há ninguém com vontade de vender um bilhete para este concerto?

    Etiquetas:

     

     
     
    |Voltar ao Topo|