Voz Oblíqua: Agosto 2005
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

  • Fevereiro 2005
  • Março 2005
  • Abril 2005
  • Maio 2005
  • Junho 2005
  • Julho 2005
  • Agosto 2005
  • Setembro 2005
  • Outubro 2005
  • Novembro 2005
  • Dezembro 2005
  • Janeiro 2006
  • Fevereiro 2006
  • Março 2006
  • Abril 2006
  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Agosto 2006
  • Dezembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Março 2007
  • Abril 2007
  • Maio 2007
  • Junho 2007
  • Current Posts
  • Marcadores / Categorias

  • Adopção
  • Agradecimentos
  • Amigo(a)s
  • Animais não-humanos
  • Apelos
  • Blogs
  • Confissões
  • Contribuições
  • Correntes
  • Crónicas
  • Dedicatórias
  • Efemérides
  • Emoções
  • Entretenimento
  • Exasperações
  • Família
  • Filmes
  • Glórias e Vitórias
  • História e Estórias
  • Imagens
  • Livros
  • Lugares
  • Música
  • Momentos embaraçosos
  • Natal
  • Novidades
  • Oops...
  • Opiniões
  • Páscoa
  • Politiquices
  • Recordações
  • Retóricas
  • Revoltas
  • Rir é o melhor remédio
  • Solidariedade
  • Sugestões
  • Teasings
  • Teatro
  • Televisão
  • Testes
  • Trabalho
  • Vida real

  • Vozes intercessoras

  • A Ouvinte do Bikini Laranja
  • About last Night
  • Adorei estes Dias
  • Amar-ela
  • Baton de Cieiro
  • Blogotinha
  • Cidade Mágica
  • Confidências
  • Cumentarius Ignorantes
  • Divas & Contrabaixos
  • Efeito Fotoeléctrico ou Introdução à Teoria da Relatividade Restrita
  • Espelhos e Labirintos
  • EuE
  • Fábulas
  • Fabulosamente Louca
  • Farinha Amparo
  • Francisco del Mundo
  • Lote 5 - 1º Dto.
  • Mesa de Café
  • Nimby Polis
  • Notas de Aveiro 1.9
  • O Blog que não e meu
  • O Polegar Verde
  • Palavras ao Acaso
  • Palavras entre Palavras
  • Pandora's Box 2.0
  • Pé de Meia
  • Pseudoblog
  • Respostas Paralelas
  • Voz em Fuga
  • Unknown
  • A Revolta dos Pastéis de Nata
  • Carlos Moura
  • Corpo Dormente
  • Espero bem que não...
  • Gato fedorento
  • João Seabra
  • Blogopédia
  • Consultório da Kitty
  • Designed by Xilla

      Hit Counter

      Contagem decrescente para a caça mais atroz do mundo inteiro...

      ANIMAL

     
    De volta... quarta-feira, agosto 31, 2005

    Interrompemos o interregno para informar que a emissão de indagações tão característica deste espaço internauta segue dentro de instantes em programa semi-frequente!

    Pois é, cheia de i's ou ?'s , reinicio assim a actividade normal na blogosfera! Este espaço gozou de umas merecidas férias (primeira semana: voluntária). E como hoje em dia tudo é possível, até os objectos inanimados ganham vontade própria, e aqui o “companheiro” computador decidiu pedir licença sem vencimento por uma semana, indo testar a veracidade da garantia.

    Para vos confessar, acredito ter voltado no dia certo! Assim me despeço do mês de Agosto (que este ano não agoirou aqueles fantásticos dias de sol e entretenimento a que me habituou nos anos transactos), e lembro aquele que espero não ser uma novidade na vossa agenda: o BlogDay.

    E porque o verdadeiro propósito desta data é irmos conhecer novos blogs, vá, mexam-se! Vão aí à barra lateral e encontrarão óptimas sugestões para o vosso passeio na blogosfera!

    Aqui expresso também os mais sinceros agradecimentos a todos os que me deixaram palavras de carinho, aqui ou na caixa de e-mail. É por vocês que este espaço se mantém activo!

    Etiquetas:

    Estou a chegar... segunda-feira, agosto 29, 2005

    Image Hosted by ImageShack.us

    Etiquetas:

    Homenagem a um Herói da minha Infância sexta-feira, agosto 12, 2005

    Senhoras e Senhores,

    Este blog tem o prazer de parabenizar Sua Excelência Cocas, o Sapo, pelo 50º aniversário da sua carreira!

    Perfil de uma estrela de Hollywood: come insectos e namora com uma !
    Dá largas aos teus sonhos!

    Etiquetas: , ,

    Eles andem aí... quarta-feira, agosto 10, 2005

    Todos os anos o cenário repete-se! Eles reproduzem-se no meio da gente normal, aparecem como uma praga discreta, e quando damos por ela, já são às dezenas!

    E aparecem em várias formas:

    * os cabelos ondulados a fazer lembrar o corte usado por Marco Paulo nos anos 80;

    * o famoso cordão de ouro à volta do pescoço;

    * as colunas XPTO, tamanho gigante, na bagageira do carro;

    * a fitinha à volta do cabelo para não deixar a "caracoleta" cair pelos olhos;

    * a madeixa loira no belo do cabelo do filho de 5 anos;

    * fazem ecoar nas ruas as músicas Numa numa ei (durante o "saudoso" Verão de 2004) ou A ella le gusta la gasolina, Dame mas gasolina! (quando julgamos que ninguém consegue escrever uma letra mais ridícula depois do último êxito pimba, há-de chegar alguém para nos surpreender);

    * são dados à moda do tunning (gabam-se dos barulhentos canos de escape em duplicado, fazem ultrapassagens à azeiteiro, franzem o sobrolho e buzinam quando passam pelas raparigas jeitosas, dão a aceleração necessária ao carro-amarelo-com-um-aleron-tão-grande-que-quase-atropela-o-condutor-do-carro-que-segue-atrás, e deixam estrategicamente pendurado no espelho retrovisor o grandioso Cd com os últimos sucessos de José Malhoa (quem não se regozija ao som do "Aperta, aperta, com ela");

    * sentam-se nas esplanadas e mostram as suas capacidades bilingue [1ª x: «Snoopy, vien ici!»; 2ª x: (com mais entoação) «Snoopy, vien ici!!!»; 3ª x: «Snoopy, seu filho da mãe, eu não te chamei, c*r*l*o???»];

    * exibem a colorida camisa cheia de estranhos padrões, que me lembro de ter visto nas montras nos idos anos 80!

    Lá para Setembro não os encontraremos em bando! Não que se tenham extinguido, mas porque aparecem disfarçados pelas outras gentes!

    O grande problema desta espécie é a sua elevada capacidade de reprodução: o Pimbus Primatus mistura-se com o Gentus Normalis (que pelo menos assim parecia), e dão origem a pequeninos rafeiros que vão sempre herdar o feitio do mais... pimba!

    Portugal é um dos países mais expostos a esta praga! Várias têm sido as tentativas de aniquilar com ela, mas desde que as fronteiras se abriram, tornou-se mais complicado!

    Por isso aqui fica o alerta para todos aqueles que temem um contacto mais próximo com o Pimbus Primatus: cuidado para não tropeçarem nos ovos por eles deixados!

    Eles andem aí...

    Etiquetas:

    O Grande Botão Vermelho terça-feira, agosto 09, 2005

    Porque será que não conseguimos resistir nunca à tentação de carregar em todos os grandes botões vermelhos em que "tropeçamos" ao longo da nossa vida?

    Clica no botão e testa a tua resistência...

    Etiquetas: ,

    O meu Abecedário segunda-feira, agosto 08, 2005

    [Recebi este desafio por e-mail, mas não resisti a postá-lo aqui. Quem o quiser fazer, considere-se desafiado por mim!]

    ::: A :::

    Amigos - Depois de muitas desilusões com alguns, finalmente soube olhar em volta e ver quem realmente era verdadeiro...

    Animais (não-humanos) - Respeito-os na sua natureza, e não tolero quando o dito animal racional os maltrata.

    Aveiro - Cada vez mais apaixonada por esta cidade!

    ::: B :::

    Blogosfera - Viciante!!

    Brincar - Porque todos temos uma criança dentro de nós!

    ::: C :::

    Cão - Soa a lugar-comum, mas é com certeza o mais fiel amigo do Homem. Sou apaixonada por todos eles...

    Calinadas - Porque me levam às gargalhadas...

    Coldplay - Porque cada vez mais adoro o seu "som", e porque mal posso esperar por revê-los no Pavilhão Atlântico (para todos os interessados, será em 23 de Novembro deste ano).

    ::: D :::

    Deus - Que parece ter deixado a Humanidade ao abandono, afogada na sua falta de bom senso!

    Diospiro - O meu fruto preferido.

    ::: E :::

    Esperança - Porque não baixo os braços perante um desafio.

    Estupidez - Já perdi a paciência para a tolerar...

    ::: F :::

    Flores - Porque devo ser das poucas mulheres do mundo que não aprecia receber flores. (Ainda bem que avisei a tempo.)

    Festinhas - Porque as adoro...

    ::: G :::

    Gaivota - "Invejo" as suas asas e a sua capacidade de sobrevoar mundos e conhecer povos e culturas. Alimenta o meu fascínio pela liberdade.

    ::: H :::

    Homem - «Quanto mais conheço os homens, mais gosto dos cães.» Aqui que se faça a seguinte analogia: "homens" = "Homem" e "cães" = "animais não-humanos"!

    ::: I :::

    Impulso - Sigo sempre o , menosprezando (quase sempre) a razão!

    ::: J :::

    Joana d'Arc - Orgulhosamente já me compararam com ela na sua força e perseverança!

    ::: K :::

    King - O nome do meu primeiro , de que muitos devem lembrar-se sob o nome Pita! Acompanhou-me 16 anos da minha vida, e deixou-me muita saudade!

    Kundera (Milan) - Porque é um dos autores que melhor escreve o que me vai no .

    ::: L :::

    Livros - Não há orçamento que resista a este meu vício!

    Lua - Porque me perco na sua grandiosidade.

    ::: M :::

    Mar - A sua imensidão cativa-me, atrai-me até si, e deixa que eu me perca nas suas ondas!

    Manga & Maracujá - Uma combinação improvável, mas deliciosa.

    ::: N :::

    Niilista - Porque tenho um je ne sais quá de niilismo em mim.

    Nicholas Sparks - Porque muito poucos autores contemporâneos escrevem o amor como ele o faz!

    ::: O :::

    Olhar - Porque dizem muito de qualquer um.

    ::: P :::

    Pai - A figura humana que mais respeito, e não é em vão (é mesmo alguém que, apesar dos seus defeitos, merece a minha admiração).

    Poncho - Uma moda que adoptei, e de que não abrirei mão nas próximas estações!

    ::: Q :::

    Quimera - A analogia desta palavra é fabulosa.

    Queen of Pain - Uma música que me arrepia.

    ::: R :::

    Rir - O melhor exercício físico. Há quem diga que passo o tempo todo de "tacha arreganhada"!

    Retórica - Porque faço muitas perguntas de... retórica! (Aprendi com Pessoa.)

    Relógios - Sem eles sinto-me nua! Pequenos, grandes, sóbrios ou coloridos, são uma perdição! Sempre que posso faço acrescentos à minha colecção...

    ::: S :::

    Sebastião - Um "menino" que recolhi das ruas e que, sendo o mais fiel dos meus amigos mais fiéis, me leva ao êxtase!

    Sorriso - Porque todos me dizem que é um dos meus melhores atributos físicos!

    Sexo & A Cidade - A melhor série de sempre...

    Sinceridade - Uma das minhas melhores qualidades enquanto pessoa (mesmo que por vezes fira terceiros).

    ::: T :::

    Twingo - Porque aos 14 anos, na altura em que foi lançado em Portugal, eu disse que queria ter um "quando fosse grande", e hoje conduzo-o orgulhosamente!

    Todo-o-terreno - Porque devemos ser flexíveis!

    ::: U :::

    Universidade - Não vai deixar saudades...

    Unidade - Quando dois corpos se unem num só!

    Unhas - Depois de as ter roído durante 20 anos (pasmem-se!), trato-as muito bem!

    ::: V :::

    Valores - Porque vivo mediante os meus, e porque por nada, nem ninguém, os quebro! São bons, e bem alicerçados!

    ::: W :::

    Wakewinha - Assim assino na blogosfera, e para muitos aqui fica o porquê deste estranho nome: a tentativa da minha grande amiga japonesa me chamar de "Raquelinha"!

    What if God was one of us? [Pergunta de retórica.]

    ::: X :::

    Xamanismo - Doutrina que descobri há pouco, mas que me tem oferecido muitos ensinamentos.

    Xenofobia - Tal como a todas as outras segregações sociais, abomino-a!

    ::: Y :::

    Yin e Yang - Os paradoxos seduzem-me!

    You - Porque ter o outro lado do "nós" é reconfortante.

    ::: Z :::

    Z3 - Sem menosprezar o meu Twingo, este sim!, é o carro dos meus sonhos.

    Ufa!, finalmente terminei! Assim acabo "nua" perante as minhas visitas...

    Etiquetas:

    Vergonhas Nacionais domingo, agosto 07, 2005

    Corrida de Touros no feminino a ser transmitida neste momento em directo pela TVI a partir das Caldas da Rainha!

    Porquê, meu Deus? Alguém me encontra uma explicação lógica para estes animais serem torturados em público, enquanto as covardes a cavalo são aplaudidas? Os homens fazem-no para demonstrar a sua virilidade (segundo a tradição). E as mulheres, querem mostrar o quê?

    Só se for a tamanha estupidez em que estão imbuídas!

    Observação "inteligente" do jornalista: «Infelizmente não existem ainda mulheres bandarilheiras, nem forcadas em Portugal»!

    Comentário "inteligente" do comentador: «É um teatro sem ensaio geral»! Alguém perguntou ao touro se queria protagonizar esta peça?

    Agora se me permitem, vou mudar de canal...

    Cada vez odeio mais a TVI!

    Etiquetas: ,

    Assim vamos... [Parte II] sábado, agosto 06, 2005

    Swimmin' on a sea of faces
    Tired of the human race


    [White Shadows - Coldplay]

    Esta foi a melhor forma que encontrei para dar início ao grito de desespero que se vozea cá dentro há imenso tempo!


    Desde que me lembro de ser "gente", que sou uma pessoa extremamente preocupada com o bem-estar de todos os que me rodeiam, e desdo que me apercebi que este não é um valor partilhado por toda a humanidade, procuro respostas. Infelizmente não as encontro...

    Há dias dissertava em teorias estranhas e argutas , e cheguei a uma bela conclusão: afinal o mundo não está dividido entre novos e velhos, ricos e pobres, caucasianos e negros, mulheres e homens! O mundo está divido entre aqueles que encetam constantes actos desumanos e irrazoáveis, e aqueles que tentam debater-se contra essas manifestações inqualificavelmente nefastas e encontrar explicações para as mesmas.

    Em suma, o mundo divide-se entre:
    Estúpidos
    (os que agem nesciamente)

    e
    Burros
    (os naïfs que não conseguem perceber o que move a outra metade)

    Orgulhosamente situo-me na parte dos ignorantes, junto daqueles que buscam respostas! Normalmente são os que mais sofrem, porque não é fácil olhar para a humanidade e vê-la dissipar-se na sua própria repulsa...

    Talvez um dia eu saiba responder a tudo, e encontrar lógica em cada acto insolente e grosseiro! Até lá vou continuar em perfeita ignorância e em total desequilíbrio com os que parecem não querer evoluir para uma condição de sabedoria!

    Etiquetas:

     

     
     
    |Voltar ao Topo|