Voz Oblíqua: Ainda sobre o Circo das Celebridades...
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Ainda sobre o Circo das Celebridades... segunda-feira, maio 08, 2006

    ...ou tudo aquilo que ficou por dizer há uns tempos atrás, após alguns comentários mais inflexíveis a um post deste blog! (E agora que o programa acabou!)

    Circo das CelebridadesAntes de mais nada importa-me dizer que, ao fim de um mês de exibição, o programa apareceu sem referência a qualquer patrocinador! Todos eles (Remax, Cofaco, Credial e Bayer) foram demovidos pelas mensagens dos activistas pela qualidade de vida animal, e apenas isto serve para que todos percebam que algo de muito errado está por detrás das imagens que passavam "cá para fora", senão estas empresas nunca perderiam o interessa económico ao se associarem a um programa que ainda tem um representativo índice de audiências.

    Ser activista pela defesa dos animais é muito mais do que manifestar e informar. É muitas vezes vestir um fato-de-macaco e ir para o circo mais próximo, pedir trabalho, e reunir imagens, enquanto fazemos a limpeza das jaulas dos animais. Não acreditaria em muitas coisas, se não as tivesse visto com os meus próprios olhos, quando eu mesma estive a fazer este trabalho de infiltrada! E mais difícil é acreditar que, às vezes, os que se julgam grandes amigos dos animais, são os que mais traumas e stress lhes causam (mas eles acreditam fervorosamente que gostar de animais é aquilo)!

    Já o escrevi antes, mas reitero que nada tenho contra os circos. Aliás, disse-me até entusiasta pelo malabarismo, pelas acrobacias, pelos palhaços, pela magia, etc.! Aquilo a que me oponho é ao uso indevido de seres inocentes que passam a sua vida enjaulados ou presos por uma corrente que os impede de serem livres (e já que se festejou do Dia da Liberdade há pouco tempo, importa que todos percebamos a importância deste conceito).

    Mas se restam ainda dúvidas desse lado, reporto aqui alguns das considerações de um estudo recente da Animal Defenders International acerca dos animais que viajam em circos.

    Tigre bebé em cativeiroOs indicadores comuns mostram alterações ao nível hormonal e da estruturação corporal dos animais, dado o constante contexto de mudança física e cativeiro, o que pode gerar a debilidade do seu sistema imunitário e expor estas criaturas a uma situação de doença contínua, perda de peso, baixa da capacidade de reprodução e aumento da agressividade.

    Ao longo de muitos anos, muitas organizações recolheram imagens de animais em circos que mostram o seu stress evidente, facilmente perceptível pelos seus comportamentos estereotipados! Estes procedimentos anormais não são nunca verificados na vida selvagem, e são fortes mostras do seu débil estado de saúde física e psicológica.

    Devido às restrições físicas dos espaços pobres a que os animais estão confinados (não julguem que na “vida real” as jaulas são como mostrava a TVI – eles tinham de embelezar o cenário), às longas horas de trabalho sem interrupção e à fraca mobilidade, é possível perceber que os animais em circo estão claramente fora do ambiente que lhes é inato por força da natureza.

    Com tudo isto nem sequer chego a falar em como muitos animais não se podem erguer fisicamente na jaula, em como não têm alimento ou água constantemente disponível, nem em como (e não será de todo estranho) desaparecem muitos cães e gatos vadios nas cidades por onde os circos passam (alimentar leões, tigres ou outros animais de grande porte não é propriamente barato, se é que me faço entender)!

    Preciso de vos dar mais justificações, ou é ainda necessário convidá-los a vir comigo num próximo trabalho de investigação local?

    Etiquetas: ,

    11 Comments:

    At 08 maio, 2006 15:36, Blogger brun0.m@rkez said...

    Ainda és mais corajosa do que eu imaginava...

    *

     
    At 08 maio, 2006 22:00, Blogger mnica ;* said...

    és uma "leoa"!!

    Livre

    (és fabulosa!!!)

     
    At 08 maio, 2006 23:59, Blogger Lua said...

    Admiro-te a coragem, acredita que sim!
    Concordo com todas as palavras, todas as que referiste sem lhes tirar um ponto que seja. A mim indigna-me, revolta-me, assistir à forma como os animais são tratados, não só no circo, mas também no dia a dia pelos seres Humanos, sem respeitar a sua condição.
    Quanto ao circo, só admiro o NOVO CIRCO, que apenas exibe actividades envolvendo seres humanos (malabarismo, trapezio, magia, palhaços, etc). Esses sim estão lá por opção ou tradição familiar, mas conscientes dos riscos que correm e da vida que têm.

    Marta

     
    At 09 maio, 2006 01:19, Blogger Francisco del Mundo said...

    Ainda por cima tinhas de escolher um felino... Os meus amiguinhos...
    Beijo

     
    At 09 maio, 2006 22:29, Blogger Vespinha said...

    Olá!

    Apoio 100% o teu post!

    É cruel, sub-humano e há que ser denunciado!

    Bj gordo da Vespinha

     
    At 09 maio, 2006 22:51, Blogger Jorge said...

    apenas mais uma razão

     
    At 10 maio, 2006 08:37, Blogger psac74 said...

    Não são precisos mais argumentos! Aliás, só um imbecil defende que os animais adoram estar enjaulados e a ser tratados naquelas condições.

     
    At 10 maio, 2006 09:03, Blogger no_cu_e_bom said...

    Como não poderia ser de outra maneira sou completamente a favor de serem retirados os animais do circo. Espero por novas frsntes de batalha, até lá boa sorte.

    Beijo da tua para sempre no_cu_e_bom.

     
    At 10 maio, 2006 15:43, Blogger boleia said...

    se eu ai estivesse...

     
    At 10 maio, 2006 22:09, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

    Wakewinha,
    Admiro-te pela convicção com que defendes estas causas. Se no mundo houvesse muito mais pessoas como tu, tenho a certeza que viveriamos num mundo melhor.
    Bjs.

     
    At 12 maio, 2006 23:06, Anonymous Anónimo said...

    Não é só às vezes...surpreendes muito frequente/. E isto sem comentar o look (Oops i just did lol). The World needs more of you, ó-infiltrited-inconsequente-one ;)

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|