Voz Oblíqua: Parabéns, Pedro!!!
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Parabéns, Pedro!!! sábado, março 18, 2006

    Rua de Santa CatarinaHá muitos anos atrás tinha por hábito "escapulir-me" com algumas amigas para a Invicta, quer para dar acrescentos Levi's à colecção de jeans no meu roupeiro, quer para ver as novidades da Miss Sixty, quer ainda para passar horas a alternar-me entre os vários pisos da saudosa Roma Mega Store (quem se lembra?) de phones na cabeça a ouvir tudo o que pudesse, afinal na altura não existiam Kazaa's, Emule's ou Soul Seek's...

    Eu fui sempre a mais errante do grupo, por isso não era de estranhar que, por vezes, trocasse o glamour de adolescente, pelo fascínio pelos artistas de rua que coloriam a Santa Catarina: os mimos, os homens-estátua, os malabaristas, os palhaços com esculturas de balões ou os comediantes. Passava horas a admirar o seu trabalho, e divertia-me imenso com aquele estilo de vida tão diferente...

    Um dia, um desses palhaços ofereceu-me um balão com uma escultura: era um cão! "Vi-te a fazer festas àquele rafeiro", justificou-se ele! E assim conheci aquele divertido e intrometido palhaço que se tornou numa excelente companhia nas minhas solarengas tardes de Sábado.

    Anos mais tarde vim a encontrá-lo num espectáculo memorável: o Lado B. Muitos de vocês deverão recordá-lo de penteado excêntrico em 2003, a fazer testes para um anúncio de uma água com gás, o que se viria a tornar num verdadeiro sucesso.

    Hoje presto uma singela homenagem ao único artista de stand-up comedy que temos em Portugal, divulgando o seu sucesso além fronteiras. No passado fim-de-semana o Tochas arrecadou o primeiro prémio no Adelaide International Buskers Festival 2006 [Austrália], um dos maiores festivais internacionais do género, onde competem inúmeros artistas de rua de todo o mundo.

    No seu verdadeiro estilo o meretíssimo artista teceu os seguintes comentários acerca deste prémio:

    «Para além do valor monetário, a honra de ganhar um prémio num festival desta envergadura é muito grande. Fiquei completamente maluco com o prémio!!!! Até tive vontade de agradecer a Portugal por todo o apoio que me tem dado, mas depois pensei: que apoio??? Às vezes, temos que ir para o outro lado do mundo para ver o nosso trabalho reconhecido... »

    Lá isso é verdade, mas... Parabéns, Pedro!!!

    Aqui ficam algumas fotos do grande momento:

    O Palhaço Escultor...
    [O Palhaço Escultor...]

    ...quando ouve o seu nome como vencedor...
    [...quando ouve o seu nome como vencedor...]

    ...salta para cima de um dos júris...
    [...salta "para cima" de um dos júris...]

    ...recebe o cheque...
    [...recebe o cheque...]

    ...exibe-o...
    [...exibe-o...]

    ...mas quando posa para as objectivas da imprensa ainda mostra o seu ar de surpresa!!!
    [...mas quando posa para as objectivas da imprensa ainda mostra o seu ar de surpresa!!!]

    Etiquetas:

    6 Comments:

    At 18 março, 2006 18:12, Blogger brun0.m@rkez said...

    Parabéns ao Tochas!!
    Grande doido...
    Parto-me a rir com ele!
    realmente este país nunca apoia o que é português!

    *

     
    At 18 março, 2006 22:59, Blogger papoilasaltitante said...

    O Pedro Tochas é um excelente Mimo, um palhaço excepcinal e um stand-up comediant como há poucos!
    Parabéns ao Pedro por este prémio e por ter coragem de dar o salto lá para fora!! (Sem ajudas)
    É genial este moço!
    bjs

     
    At 19 março, 2006 04:04, Anonymous Anónimo said...

    oh do q tu me foste lembrar. na altura sem telemóveis ñ era fácil encontrar-te, mas bastava seguir os palhaços, lá isso era verdade. só ñ percebi cm foste capaz de te esquecer dos porfírios... :p eras fã da loja e ias lá de propósito. e do dia em q cantaste c/ o pacman? tmb te lembras? e já lá vão quê? mais de 10 anos talvez...
    um beijo da tixa.

     
    At 19 março, 2006 12:23, Blogger Lua said...

    Eu adoro o Pedro Tochas e tenho pena de não me recordar dele na Rua de Sta Catarina, que continua com o mesmo encato e onde encontro mimos, vendedores ambulantes de bijuteria (outrora o ponto de venda era na praça da Batalha), tenho saudades desse Porto!
    Parabens ao Pedro pelo talento e pela paixão com que vive a profissão!

    Marta

     
    At 20 março, 2006 16:34, Blogger mnica ;* said...

    tantas vezes!!!

    o roteiro era Roma Mega Store; desce até à "porfirius", em seguida aos "hipies" pra cuscar carteiras novas a preço de feira, e toca "31 de Janeiro" abaixo, até ao "muro" na Ribeira, comer tremoços e refrescados a finos geladinhos... rio em frente, solinho na trunfa...

    Infelizmente (para mim, claro!)... esse Porto está diferente!

    Jinhos ;*

     
    At 24 março, 2006 20:18, Blogger Alien David Sousa said...

    Gosto bastante do Pedro. Adorava vê-lo no programa da Maria Rueff e mais; foi o ÚNICO COMEDIANTE com coragem para dizer publicamente que STAND UP não é contar anedotas, mas sim escrever os próprios textos. Claro que para mim esta seta foi na direcção daquele tipo que não suporto...o das piadas com "caralhadas"...como é que se chama? Qualquer coisa ROCHA.
    Admiro também o trabalho do Pedro na sua vertende "RUA". É um talento.
    Fica bem

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|