Voz Oblíqua: Sobre o Vasco...
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Sobre o Vasco... domingo, junho 12, 2005

    O Vasco André é um jovem como qualquer outro. Tem sonhos, ambições, gosta de jogar á bola e é bastante sociável. Mas infelizmente as aspirações do Vasco estão pendentes da vontade e do zelo de inúmeras pessoas!

    O Vasco necessita de um transplante de medula óssea com alguma urgência, pois a sua sobrevivência dependerá disso. Amanhã, e após uma onda de solidariedade (embora infelizmente com um resultado aquém da expectativa), reunir-se-ão na Escola Secundária João da Silva Correia, em São João da Madeira, alguns dos voluntários que se inscreveram previamente para a doação. Eu vou lá estar. Porque na verdade não custa nada, e pode valer muito!

    Este post não é uma notícia. Tão pouco uma mera informação. É antes um apelo a todos. Há por aí muitos "Vascos" a precisar da nossa ajuda! Dirijam-se ao Centro de Histocompatibilidade mais próximo e voluntarizem-se como dadores. De um simples gesto podem ser salvas muitas vidas!

    Etiquetas:

    12 Comments:

    At 13 junho, 2005 09:26, Blogger Papá Urso said...

    muito giro o blog! agora para alem dos posts q fazes, tb o novo look é mto atraente!

    parabéns e mtos beijinhos!

     
    At 13 junho, 2005 14:13, Blogger Kitty said...

    E pronto, não podia deixar de comentar, ih! ih!

    Ficou bem, não ficou ;)

    Entretanto, acerca do post mesmo... No outro dia ouvi uma notícia que me deixou perplexa: existe uma idade limite para se ser realmente dador de medula e, por um milagre (é mesmo, pensando nas probabilidades), há um senhor que é compatível com uma criança :)
    O problema advem do facto de ele fazer em Agosto a idade limite... Vai-se perder uma oportunidade única, por causa de burocracias?! Recordo-me de a pessoa ter dito que o médico da criança dizia que ela agora está estável, o problema vai ser quando deixar de o estar e já não haver um dador :-(

     
    At 13 junho, 2005 18:01, Blogger Menina_marota said...

    Ficou muito atraente... o teu Blog...

    Agradeço-te a partilha deste Post...

    Um abraço terno ;-)

     
    At 13 junho, 2005 18:33, Blogger Andreia said...

    Está bonito o blog...mas até me sinto mal em comentar o aspecto e com este apelo aqui.
    Estas histórias comovem-me imenso...

     
    At 13 junho, 2005 21:21, Blogger MrX said...

    Respondendo à Kitty, o limite de idade não é exclusivamente por razões burocráticas. É essencialmente por razões de saúde do dador. A partir de certa idade uma pessoa pode não conseguir suportar muito bem uma doação de medula óssea. É claro que não é por um dia ou dois que irá existir diferença significaiva. Se recusarem o transplante apenas por essa questão, então é apenas mais uma manifestação da estúpida burocracia (ou burrocracia) que impera neste país.

    Quanto ao Vasco André, mais uma entre demasiadas histórias deste tipo. É frustrante ver crianças que ainda têm tanto para viver sofrer mais do que qualquer pessoa (por mais má que seja) merece. Eu já me inscrevi no Centro de Histocompatibilidade. Fi-lo assim que completei os meus 18 anos.
    Desejo, muito sinceramente, que o Vasco recupere e que sofra o mínimo possível.

    Força Vasco!

     
    At 13 junho, 2005 22:06, Blogger Rosarinho, a menina do caixa said...

    Obrigada pelo convite. Se não és tu ninguém me liga nenhuma, só convidam a parva da minha patroa que é uma sonsa e não faz um p... por ela abaixo. Gostei muito da tua casa nova! :)

     
    At 13 junho, 2005 23:36, Anonymous Someone... said...

    Gosto imenso da tua originalidade, nao só por esta remodelação deste blog mas como pela forma mágica como exprimes as coisas perante akilo q te voa na alma...
    Tens um dom 'celestial' q te faz brilhar e q traz ao rubro akilo q de melhor tens para dar ao mundo, não apenas pelo tipo de pessoa que és mas por akilo q fazes e crias. :)

    És especial e tu sabes isso!!
    Um beijo grande*

     
    At 14 junho, 2005 10:26, Blogger Xana said...

    A desaparecida está de volta!! Pelo menos alguém sentiu a minha falta! :) Adorei a tua nova casa! É sempre bom um "refresh". Não podia faltar à (re)inauguração.

    Sobre o Vasco... nunca sei muito bem o que dizer nestas situações. Espero que recupere e consiga vencer a doença... ainda tem muito para viver.
    PS: Vou ao centro voluntariar-me como dadora... afinal não custa nada!

    Beijo :)

     
    At 14 junho, 2005 13:48, Blogger Wakewinha said...

    Sem querer afectar a importância devida do assunto do post, uma pequenina resposta aos intervenientes:

    Papá urso, muito, muito obrigada por pores as tuas patinhas aqui pelo estaminé e deixares o teu elogio! ;)

    Kitty, aka Santa Kitty, que dizer, minha linda? És a minha tábua de salvação e sem a tua preciosíssima ajuda nada disto seria possível! =)

    Menina Marota, aka Afilhada, cada vez te respeito mais e considero-te uma pessoa nobre. É pra mim um prazer "apadrinhar-te"!

    Gata, és sempre benvinda, assim como sei ser bem acolhida nas tuas palavras!

    MrX, faltavam as palavras de um futuro-médico para esclarecer os pacientes! Espero que tu, fazendo parte de uma nova geração de médicos, tenha a força necessária para fazer grandes campanhas no futuro, pra que tenhamos uma população activa no que toca a dadores.

    Rosarinho, a tua patroa é tão evil que te deixou vir sozinha à (re)inauguração!! Obrigada pela tua presença, mas diz-lhe a ela que não vale mandar a classe operária em representação do patronato! =P

    Someone, as tuas palavras são gotas de cristal... Bateram cá dentro! O resto a mais ninguém importa! =)

    Xana, sê m-u-i-t-o benvinda!!! Pensavas tu que ninguém sentiria a tua falta, né? Pois eu vim mesmo pra contrariar isso e pra te pedir que não desapareças... nunca mais! ;)

    Muito obrigada a todos os que (re)visitaram este cantinho! Espero que agora este azul vos inspire a mais visitas, neste Verão que se aguarda quente!

    Beijinho.
    *R.

     
    At 14 junho, 2005 15:05, Blogger wind said...

    É importante o apelo que fazes. Parabéns pela nova "casa":) bjs

     
    At 15 junho, 2005 12:59, Blogger Mushu said...

    Olha olha, ela de volta! ;)

     
    At 29 junho, 2005 12:19, Anonymous arlequim said...

    eu já o sou á bastante tempo, espero que muitos mais adiram tb, bjs e gostei do blog

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|