Voz Oblíqua: Brilhantes Conclusões - II
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Brilhantes Conclusões - II quinta-feira, outubro 20, 2005

    Ontem entrei na sala do Departamento de Línguas Estrangeiras, onde costumo desenvolver os meus trabalhos para a escola, mas com a confusão, ninguém ouviu o ranger da porta. Apanhei a conversa a meio, e apesar de não ter sido bem clara, foi perceptível que o alvo das "cusquices" era eu, e que pareciam estar a querer engendrar um plano para me anular!

    Sem sequer tentar disfarçar, fechei a porta e sorri, enquanto proferia o mais sincero Bom Dia!

    À hora de almoço, e no auge da hipocrisia, alargam o sorriso, colocam o olhar inocente e perguntam: "Porque é que não vens almoçar connosco? Vem, já não estamos todas juntas há muito tempo"! ¹

    E depois ainda me perguntam por que raio cada vez mais desprezo a mesquinhez das pessoas! Que p*** de sociedade...

    Fez-me lembrar uma bela conclusão do
    Carlos Moura há uns tempos atrás:

    «As pessoas são, em essência, más.
    Estou a começar a ficar convencido disso.
    Com o passar dos tempos, uns melhoram.
    Outros não.

    Cansa.
    »

    [Os próximos dias não se avizinham fáceis. Devido a um grave problema de saúde de um familiar muito próximo, e para lhe prestar todo o apoio, ausentar-me-ei da blogosfera. A menos que as coisas corram muito mal, a ausência será curta. Aqui virei de novo encontrar o apoio de todos, conhecidos, ou desconhecidos...]

    _____________________________
    ¹ A resposta? Está-se mesmo a ver: um valente, redondo, e explícito NÃO!

    Etiquetas: ,

    10 Comments:

    At 21 outubro, 2005 00:16, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

    Wakewinha,
    Isso a que tu assististe, infelizmente faz parte do dia-a-dia. Há demasiada gente assim.
    Quanto ao problema de saude do teu familiar, só tenho que esperar que a tua ausência seja curta, porque isso vai significar que tudo correu bem.
    Bjs.

     
    At 21 outubro, 2005 08:54, Blogger noisiv said...

    I wish you all the best... rapidas melhoras para o teu familiar.

    Como na TMN: Até já

     
    At 21 outubro, 2005 13:29, Blogger Menina_marota said...

    Os cães ladram e a caravana passa. Não d~es valor há mesquinhez de certas pessoas. Sê como és!
    As melhoras para o teu familiar

    Um beijo carinhoso ;)

     
    At 21 outubro, 2005 21:45, Blogger Bugs said...

    Não sei se conseguiria ter tido tanta calma como tu, o cinismo tira-me do sério, quando é assim, costumo meter tudo à baila... doa a quem doer. Força para o familiar doente e que tudo corra bem!!!

     
    At 22 outubro, 2005 23:39, Anonymous Helena said...

    Subescrevo o Carlos Moura, sem tirar uma virgula.

     
    At 23 outubro, 2005 00:07, Blogger Fuças. said...

    Que a tempestade de ma vizinha se vá embora e as rapidas melhoras para o teu familiar.
    Com um abraço de amizade até logo.
    paulo

     
    At 23 outubro, 2005 17:30, Blogger MRF said...

    cheguei em mau dia. esquece as cuscas, são sempre tristes. e que corra tudo bem com o teu familiar -isso é que é importante!

    Beijinhos

     
    At 23 outubro, 2005 23:32, Blogger Filipe said...

    Ignora essas infelizes. Conheço o género. Não têm maiores aspirações do que as ambições corriqueiras do dia a dia. Vivem da intriga e da má-lingua. Mas sou otimista. Ainda há gente boa. É preciso saber procurar e é desta forma que se dá mais valor a essas pessoas quando as encontramos.
    As melhoras para o teu familiar.
    Beijos

     
    At 24 outubro, 2005 00:02, Blogger dulce said...

    Outros não, outros não!!!! Há que saber ignorá-los e continuar em frente.
    Bjs.

     
    At 24 outubro, 2005 16:51, Blogger Nanita said...

    Hehehe nunca vais descobrir a pesquisa escabrosa que fiz para vir cá parar :D

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|