Voz Oblíqua: Abate de Árvores - Baixa de St.º António, Aveiro
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Abate de Árvores - Baixa de St.º António, Aveiro domingo, julho 10, 2005

    Imaginem acordar de manhã, olhar pela janela, e poder apreciar este cenário paradisíaco. Felizmente eu sou uma das privilegiadas!

    Agora imaginem acordar de manhã com o barulho de motosserras, olhar pela janela, e perceber que estão a abater as árvores daquele local. Não existem palavras para descrever o choque... Aconteceu no início desta semana!

    Mais chocante ainda foi entender que este atentado contra a Natureza veio no seguimento das queixas de alguns moradores, pois as árvores, para além de sujar a roupa nos estendais (com o pólen!! ), encobrem as ditas obscenidades de alguns casais de namorados!!

    E assim se comete um atentado contra a Natureza, mas também uma ofensa ao intelcto de todos os que conseguem perceber que aquele parque suporta parte da estabilidade ambiental da cidade de Aveiro.

    Por tudo isto criámos uma petição, e assim solicitamos a todos os amantes da Natureza uma assinatura, para que logo que possível possamos exigir responsabilidades à Câmara Municipal desta cidade!


    Pedimos ainda que se associem a nós na maior divulgação desta moção! Obrigada!

    Etiquetas:

    28 Comments:

    At 10 julho, 2005 19:52, Blogger SaltaPocinhas said...

    A mim parece-me que Aveiro quer ganhar um prémio ou entrar no guiness como "a primeira cidade sem espaços verdes". quem viaja um bocadinho pelo país encontra em todas as cidades bonitos e aprazíveis jardins. Todas, excepto Aveiro.
    Se não fosse a ria, aveiro parecia uma daquelas cidades dos desertos que se vêem nos filmes de cow-boys. Só que com predios a fazer de cactos ...

     
    At 10 julho, 2005 20:37, Blogger Domador said...

    Eu assinei a Petição, mas não tenho a certeza se a minha assinatura se concretizou. Não vi nenhuma resposta. É possível dizerem-me alguma coisa? Obrigado!

     
    At 10 julho, 2005 21:34, Blogger Ana, dona do café said...

    Salta-pocinhas nao me parece que aveiro seja uma cidade com poucos espaços verdes, que muitos deles se têm vindo a perder por questões como esta ou por construcçoes de urbanizações, etc... (toca a assinar isto!)
    Mas Aveiro = cidade deserto? Não me parece que conheças a mesma cidade que eu...
    *

     
    At 10 julho, 2005 21:43, Blogger Del Giorgio said...

    n sou de aveiro mas acho mto mal q abatam as árvores q tapam as obscenidades. por 1 lado, 1 gajo quer ver e as árvores estorvam, n é? mas por outro lado, 1 gajo quer "obscenizar" e n tá à vontade :P
    pesando os prós e os contras, não ao abate. nem todos temos $ p pensões...

     
    At 10 julho, 2005 22:14, Blogger Black Cat Thirteen said...

    realmente acho que está mal. se começam a tirar essas daqui a pouco estão a tirar outras. não vejo qualquer razão válida (das apresentadas) para o fazerem. assinei a petição e acho que a solução para os 'problemas' apresentados pode passar por outro lado.

     
    At 10 julho, 2005 22:32, Blogger Didas said...

    Obscenidades dos namorados é? Hummm... invejosos!!!

     
    At 11 julho, 2005 09:21, Blogger Papá Urso said...

    apesar de já nao morar aí, Aveiro é a minha cidade e gosto particularmente da baixa de sto. antónio, onde passei mto tempo a passear o meu cão, a brincar com o meu filhote e a jogar ténis.

    isso nao pode acontecer e a petição tem a minha assinatura!

     
    At 11 julho, 2005 10:33, Blogger Solteirão said...

    Não conhecendo bem o assunto em questão, não sei portanto quantas árvores vão abater, se realmente abateram algumas árvores ou apenas vegetação e ramos, mas o “Aveirense que se preze” surtiu efeito e faço então as seguintes considerações:

    Nestas coisas do ambiente, e então quando árvores são abatidas, é sempre fácil dizer que está mal, que aqueles porcos capitalistas querem transformar este Mundo num jardim de cimento…nem sempre é assim.

    Relembro o caso do Parque da “Macaca” (estas coisas devem ter outros nomes) que até há bem pouco tempo era o poiso ideal para indivíduos de natureza suspeita exercerem as suas actividades, também elas, suspeitas. Na altura, e depois do sol se pôr, nem era passear, mas passar no parque era, senão perigoso, pelo menos uma experiência algo intimidante para qualquer um que tivesse menos de 1m90 e ombros de remador olímpico. A vegetação extremamente densa e os altos muros do parque assim o propiciavam.

    Hoje o parque abriu-se à cidade, não digo que antes não fosse frequentado mas quem por lá sempre andou sabe que hoje está diferente. Não sei se foram abatidas árvores ou se a vegetação foi apenas desbastada, mas a visibilidade dentro do parque é muito maior, sítios completamente escuros e de mato onde só de catana se entrava já não existem – para pesar de muitos casais de namorados.

    Não acredito, muito sinceramente, que a Câmara tenha decidido abater árvores por causa do pólen sujar as roupas da vizinhança ou para impedir “roços” de namorados – embora que soube de fonte segura que a questão do “Pólen” será um dos cavalos de batalha do Alberto Souto para a próxima candidatura.

    Acho, e mais uma vez digo que não sei a dimensão dos “cortes” em causa, que provavelmente, no génese desses abatimentos estará uma questão de saúde e segurança pública.

    Não é para estragar a festa a ninguém, mas as coisas não são sempre preto no branco e nem sempre a fórmula “abatedores de árvores = gajos maus” é correcta.


    Ass. O gajo chato

     
    At 11 julho, 2005 11:59, Blogger Cubic.Emotion said...

    Gostei bastante da imagem... Realmente é estranho.. Estragar essa paisagem? Enfim...

    *

     
    At 11 julho, 2005 12:33, Blogger NickyBlue said...

    Não conheço muito bem a cidade de Aveiro embora pertença ao distrito... Mas sei que tem alguns espaços verdes... Só é pena que Coimbra não seja assim tão plana... Se alguém tem a possibilidade de acordar com uma vsita daquelas, só posso fazer votos que assim continue... Precisamos de árvores, urgentemente, estamos a ficar um país desértico... Na pior das hipóteses, transplantem as existentes e plantem outras mais "higiénicas"... lol

     
    At 11 julho, 2005 14:22, Blogger Brunito de Portugal said...

    Pode parecer estranho, mas moro mesmo ao pé desse cenário da foto e nem dei por nada.... talvez por não praticar "obscenidades" nesse local. Mas não deixa de ser uma medida ridícula, mesmo à "zé tuga".

     
    At 11 julho, 2005 15:27, Blogger da. said...

    ..realmente é uma paisagem linda...e depois claro...isso reflecte-se por dentro das pessoas que têm esta sorte...

     
    At 11 julho, 2005 16:10, Blogger Clara Duarte said...

    Depois de saber deste atentado em Aveiro, ia de carro a caminho de casa quando reparei na minha cidade, Viseu. As avenidas por onde passei pareciam jardins... Tenho muita pena que a Câmara de Aveiro não tenha as mesmas ideias que a de Viseu. Também soube que há câmaras sem pelouro do Ambiente... como é isto possível?!

     
    At 11 julho, 2005 16:37, Blogger Wakewinha said...

    Solteirão, talvez seja a primeira vez que visitas o meu blog! Talvez ainda não tenhas percebido que luto por várias causas, mas quando luto conheço os argumentos (os meus e os dos outros), e eu própria tive o bel-prazer de falar com o fulano que deu origem ao abaixo assinado que deu origem ao abate de mais de uma dezena de árvores. Ou achas que se nós não tivéssemos razão a Câmara teria impedido o abate de mais dezenas de árvores que continuam ainda com a marca branca da sua "morte"?
    Convido-te a visitares o parque!

     
    At 11 julho, 2005 17:45, Blogger Solteirão said...

    Vou ver se consigo passar por lá para saber exactamente aquilo que estamos a falar.

    Mas até o "brunito de portugal" que mora lá diz não se ter apercebido de nada.

    Não digo que não possas ter razão, só digo que é muito fácil criticar, então quando é o estado ou representantes da autoridade é quase obrigatório, e muitas vezes critica-se por criticar.

     
    At 11 julho, 2005 18:19, Blogger Wakewinha said...

    Solteirão, se o Brunito não se apercebeu de nada só mostra duas coisas: que para além de ter o sono pesado, não aproveita ter um magnífico local mesmo ao lado de casa para descontrair depois de um dia stressante. Não desvalorizei o facto de ele não ter reparado em nada, mas pelos vistos fizeste-o!

    Aproveita e lê - se ainda conseguires arranjar um exemplar - no Diário de Aveiro de Sábado passado o testemunho de uma Prof. Universitária acerca deste mesmo assunto!

    E bem se vê que, decididamente não me conheces, nem nunca te apercebeste das minhas lutas! Tenho um enorme carinho e respeito pelo Dr. Alberto Souto! Gosto imenso do senhor. Inspira-me à confiança... O vereador Eduardo Feio conheço de uma ou duas reuniões há poucos anos, mas não posso avaliar os seus valores como pessoa.

    Não sou de criticar gratuitamente os políticos. Não sou esse tipo de pessoa! Tenta pelo menos conhecer-me um bocadinho e quais os meandros em que envolvo as minhas causas.

    (Agora aqui entre nós, se fosse uma rebelde sem causa, há muito que destratava o Governo por deixar de remunerar os estágios de ensino - logo no ano em que vou estagiar - e não me dizerem nada acerca da disponibilidade que terei de dedicar à escola, pois afinal urge arranjar um emprego e saber em que condições o posso fazer. Mas sabes porque é que ainda não critiquei? Porque ainda estou a avaliar os aspectos positivos que este meu sacrifício possa fazer à restante sociedade... E acredito que o Governo não está a fazer tudo só para prejudicar! Era um aparte pra perceberes que não digo mal só porque me apetece!)

     
    At 11 julho, 2005 19:03, Anonymous mnica said...

    assinado e desculpas por andar tão longe...

    A culpa é dos fogos... com tanto fumo, é bom ter alguém que se mantem atento a mais estas baixas desnecessárias.

    Jinhos grandes ;*

     
    At 12 julho, 2005 10:01, Blogger manueladlramos said...

    Ola!
    publicamos uma entrada sobre o assunto no
    Dias com árvores ;-)
    e no
    Dias sem árvores ;-(
    Abraço

     
    At 12 julho, 2005 19:52, Blogger LM said...

    não sei se irá adientar muito mas aqui fica um apelo, a natureza ainda é das poucas coisas que podemos e temos a obrigação de preservar, por isso vamos fazer frente a eles

     
    At 12 julho, 2005 19:52, Blogger LM said...

    não sei se irá adientar muito mas aqui fica um apelo, a natureza ainda é das poucas coisas que podemos e temos a obrigação de preservar, por isso vamos fazer frente a eles

     
    At 12 julho, 2005 22:43, Blogger Cakau said...

    COmo aveirense, junto a minha voz às dos outros manifestantes e assino a petição. Já temos tão poucos espaços verdes que por este andamento, daqui a uns anos, vamos precisar de usar máscaras! :| Beijos *

     
    At 13 julho, 2005 20:05, Anonymous omeublogemaiorqueoteu said...

    Mais uma atrocidade. Às vezes tenho vergonha do meu País. Corrijo: tenho vergonha de quem manda no meu País. Entreguem-nos definitivamente à natureza. Seriamos todos muito mais felizes... naturalmente.

     
    At 13 julho, 2005 20:07, Anonymous omeublogemaiorqueoteu said...

    E já agora: há coisa melhor do que fazer amor ao ar livre? O que os maradores queriam dizer é que não conseguiam ver nada com as árvores na frente!

     
    At 14 julho, 2005 01:04, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

    Amiga,
    Gostava que passasses lá no "ABOUT LAST NIGHT" para participares na festa de aniversário e para soprares uma velinha.
    Bjs

     
    At 14 julho, 2005 13:50, Blogger Brunito de Portugal said...

    Não queria que a minha "ignorância" sobre o assunto tivesse sido mal interpretada. A verdade é que aproveitei para visitar o local em questão e o facto de ter ignorado o barulho prende-se com o facto de morar na direcção oposta ao "abate". Efectivamente algumas árvores foram cortadas, ao que me parece foram as que se encontravam mais perto das casas. Penso que não constituíam ameaça para as residências e muito menos para a saúde pública, mas é somente a minha opinião. Quem se sentiu incomodado pela presença destas árvores concerteza pensou somente no seu bem-estar e não pensou tanto no impacto que a perda destas árvores terá para outras pessoas e inclusivamente para a beleza do local. Não censuro ninguém por isso, apenas penso que poderiam concentrar forças em, por exemplo, limpar o lago ou manter o local impecável apanhando os excrementos dos próprios cães, entre outras "pequenas" coisas.

     
    At 15 julho, 2005 02:54, Blogger O Turista said...

    Realmente que tristeza...
    Acho muito bem a petição!
    Força!
    Bjs e vai aparecendo!!

    O Turista - http://turistar.blogspot.com/

     
    At 15 julho, 2005 12:13, Blogger Menina_marota said...

    Vim dizer-te que fiz circular este texto entre os meus amigos. Um abraço solidário ;)

     
    At 15 julho, 2005 23:06, Anonymous Anónimo said...

    É por essas e outras que eu já desisti deste país. Nesta terra só é bom aquilo em que o português não toca ou não pode tocar: o sol que está lá longe, o clima que se sente, mas não se vê, o mar a mais de 100 milhas da costa (a 99 o portuga ainda lá chega), as estrelas á noite e a lua também que não são portuguesas mas vêm-se daqui. Tudo o resto ao alcance do predador nacional é imediatamente estragado: as árvores, as praias, os lagos e os rios, até as pessoas. Se pudesses realizá´-lo dava-te um conselho: desiste das tuas árvores ao alcance dos portugas de aveiro e foge daqui. Eu já emigrei para Barcelona ;)
    Numb (www.tapornumporco.blogspot.com)

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|