Voz Oblíqua: Crónicas da Vida Real - II
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Crónicas da Vida Real - II domingo, janeiro 15, 2006

    Entre Amigas

    Ela: Porque é que quando estamos apaixonados trazemos impresso no rosto um ar incontornavelmente ridicularizador?

    Amiga: Não sei se concordo com isso, até porque estaríamos a dizer que a paixão e o ridículo andam de mão dadas…

    Ela: E não é mesmo isso que acontece? Pessoa até escreveu que todas as cartas de amor são ridículas!

    Amiga: Agora estamos a falar de coisas diferentes. Se disseres que amor e paixão andam de mãos dadas talvez acredite, mas entre eles não há espaço para mais nada.

    Ela: Não é verdade, temos as desilusões.

    Entre AmigasAmiga: As desilusões é que são ridículas, pois não chegam realmente a ser de amor…

    Ela: Então que dizer do meu sorriso de adolescente enamorada?

    Amiga: Que é ridiculamente de fazer inveja a qualquer um!

    Sorriram de modo cúmplice e não trocaram nem mais uma palavra!

    Etiquetas:

    2 Comments:

    At 15 janeiro, 2006 20:10, Blogger SaltaPocinhas said...

    já cá não vinha há algum tempo, só vim dizer olá e ver se está tudo bem...agora vou ver o pinguim dali de baixo!

     
    At 16 janeiro, 2006 12:45, Blogger idontwannagrowup said...

    I'm back!!!! ;)

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|