Voz Oblíqua: Nem sempre...
 
    The Voice Mail

 

Voz Oblíqua

Voz: [subst. fem.] Produção de sons emitidos no ser humano pela laringe com o ar que sai dos pulmões; grito; clamor; linguagem; fig. opinião; poder; inspiração; conselho; sugestão. Oblíqua: [adj. fem.] enviesado; torto; vesgo; fig. indirecto; dissimulado; ambíguo; dúbio.
 
 
 

Disse-se em...

Patrocí­nios da Voz

  • Design by Stacee Leung
  • Powered by Blogger
  • Images hosted by ImageShack
  • Search Engine by Free Find
  • Comments System by Haloscan
  • FAQs sobre blogs.

    O Valor da Voz:

    A Encadear a Voz:

     
    Nem sempre... sábado, agosto 19, 2006


    nem sempre há luz ao fim do túnel
    nem sempre o fundo se deseja
    nem sempre o que se deseja se pode comprar
    nem sempre se pode comprar um sonho
    nem sempre os sonhos duram até de manhã
    nem sempre as manhãs são quentes
    nem sempre o quente oriunda de coração frio
    nem sempre o frio fecunda lágrimas
    nem sempre as lágrimas seguem o mesmo caminho
    nem sempre o melhor caminho é a loucura
    nem sempre a loucura leva à paixão
    nem sempre a paixão é amor
    nem sempre o amor se deixa amar
    nem sempre amar é sexo
    nem sempre o sexo é bonito
    nem sempre o bonito traz amigos
    nem sempre os amigos sorriem
    nem sempre o sorriso é doce
    nem sempre o doce termina o amargo
    nem sempre o amargo é um desgosto mal lembrado
    nem sempre um desgosto é um dissabor
    nem sempre um dissabor morre quando nasce prazer
    nem sempre o prazer começa com um olhar
    nem sempre um olhar termina com um beijo
    nem sempre um beijo é sentido
    nem sempre se sente o que se toca
    nem sempre se toca o que se vê
    nem sempre se vê o que se imagina
    nem sempre se imagina o fim
    nem sempre o fim é mentira
    nem sempre a mentira é tudo
    nem sempre tudo pode durar

    Etiquetas:

    10 Comments:

    At 25 agosto, 2006 02:18, Blogger UnaRagazza said...

    nem sempre aceitamos uma despedida indesejada... mas como diria Daniela Mercury "nem tudo funciona de verdade..."... Que encontres o teu Norte! Muitos beijinhos*******

     
    At 15 setembro, 2006 14:15, Blogger Menina_marota said...

    Há muito tempo que aqui não vinha e fiquei triste, porque agora o meu Blog ficou sem Madrinha... a Rakel foi embora? Não acredito! Espero que sejam umas férias e que volte breve!

    Beijinhos ;)

     
    At 19 setembro, 2006 22:55, Blogger boleia said...

    um beijo. sera que algum dia nos vamos conhecer?...

     
    At 26 setembro, 2006 04:15, Blogger Ana, dona do café said...

    nem sempre vemos a luz ao fundo do túnel(mesmo quando ela está lá)

    ...e as tuas palavras a fazerem sempre magia...
    passei para deixar um grande beijinho e dizer que tou com saudades de te encontrar por aí numa mesa de café aqui por Aveiro, temos que marcar o nosso cafézinho menina :)
    A*

    ps. Ele voltou :)

     
    At 02 outubro, 2006 17:42, Blogger Barão da Tróia II said...

    Então tamos há espera.

     
    At 04 outubro, 2006 17:58, Blogger Lolita said...

    Não vais embora, pois n? :-(

     
    At 15 outubro, 2006 14:08, Blogger saltimbanco said...

    Olá.

    Na minha modesta opinião nada dura sempre e os meus sonhos não estão, infelizmente, à venda. Mas ainda se compra muito do que se sonha.

    Sonhamos coisas compráveis...

    Bom domingo.

     
    At 26 outubro, 2006 09:32, Blogger johnny handsome said...

    Rakel volta! AGora já começa a ser maldade. Umas férias permitimos-te mas o adeus não. Isto é como um casamento de véu e grinalda ;))

     
    At 01 novembro, 2006 23:59, Anonymous Daniela Mann said...

    Muito bonito!
    Beijinhos

     
    At 13 novembro, 2006 18:03, Blogger a rasar o ceu said...

    venho pela mão terna de A RAPARIGA... e ainda bem....:)


    "nem sempre o doce termina o amargo
    nem sempre o amargo é um desgosto mal lembrado"

    e escolhi esta.


    obrigada.

     

    Enviar um comentário

    << Home

     

     
     
    |Voltar ao Topo|